Luiz Carlos Trabuco deixará a presidência executiva do Bradesco em março de 2018

O diretor presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, foi anunciado como o novo presidente do conselho de administração do banco após a renúncia de Lázaro de Mello Brandão. Em março será escolhido um novo presidente e Trabuco ocupará apenas a vaga deixada por Brandão, uma vez que o estatuto impede que sejam mantidas as duas funções.

De acordo com Brandão, a renúncia foi um ato pensado por ele, para assim, haver uma renovação das lideranças do banco. Ele ressaltou a necessidade de uma renovação prudente para dar seguimento ao trabalho de qualidade desempenhado pela instituição. “É um fato histórico, temos muito zelo na condução do trabalho”, disse ele.

Lázaro Brandão foi presidente executivo entre os anos de 1981 e 1989, quando sucedeu o fundador Amador Aguiar, e presidente do conselho de administração de 1990 até este ano. O executivo afirmou que tomou a iniciativa da renúncia para preservar a presidência das empresas do grupo.

Para ele a sucessão é uma forma de preparar a instituição para as novas disposições do trabalho. Ele completou dizendo que o novo presidente deverá acompanhar os avanços tecnológicos.

O banqueiro começou sua carreira no banco em 1942 como escriturário na Casa Bancária Almeida & Cia. Um ano depois a instituição financeira deu origem ao Banco Brasileiro de Descontos S.A., atual Bradesco. Foram mais de 75 anos dedicados ao banco, o qual ele passou por vários níveis organizacionais até chegar à presidência e agora terá uma cadeira no conselho das empresas controladas pelo banco.

O posicionamento de Luiz Carlos Trabuco Cappi

Em entrevista coletiva, Luiz Carlos Trabuco Cappi afirmou: “É evidente que desde lá no passado, quando Brandão propôs ao conselho minha escolha para vice-presidente tinha um olhar sinalizador com a minha carreira”. Ele elogiou seu antecessor, dizendo a contribuição de Brandão não pode passar despercebida, uma vez que ele participou de grandes momentos da economia nos últimos 75 anos.

Em relação a escolha do sucessor na presidência executiva Trabuco ressaltou que a escolha partirá do corpo de executivos da instituição e que o nome ainda não foi decidido. “Somos um banco que privilegia a prata da casa,” diz ele.

O banqueiro deixará o cargo em março do ano que vem, após a assembleia geral ordinária de acionistas, contudo o anúncio pode ser realizado antes. Para Luiz Carlos Trabuco Cappi o Bradesco apresenta uma grande responsabilidade no Brasil, por isso se faz necessária uma liderança interna, uma “administração contínua e permanente.”

Ele enfatiza que a escolha vai respeitar os talentos da casa, em um processo normal e rotineiro.

Luiz Carlos Trabuco Cappi ingressou no banco em 1969 e passou por diferentes cargos da empresa. Formado pela UNESP em Filosofia, Ciências e Letras, foi escriturário, atuou no setor de comunicação, comandou a Seguros, foi vice-presidente e chegou a presidência executiva em 2009.

Nos últimos meses de sua gestão, Trabuco bateu na tecla da inovação e na “alfabetização digital dos clientes. Seu maior feito no banco foi a condução da compra do HSBC em 2015 pelo valor de US$ 5,2 bilhões. A compra foi considerada a maior transação do ano no país.

 

Apple demite engenheiro por sua filha postar vídeo sobre o iPhone X

Resultado de imagem para Apple demite engenheiro por sua filha postar vídeo sobre o iPhone X

Um dos maiores acordos quando um funcionário trabalha na Apple é a confidencialidade das informações e da tecnologia desenvolvida. Baseado nessa política um engenheiro da empresa foi demitido após sua filha postar um vídeo na internet com as imagens do iPhone X.

Após as imagens serem postadas no YouTube, a repercussão na internet foi grande. A youtuber Brooke Amelia Peterson, possuía um canal com poucos inscritos e poucas visualizações, mas depois da postagem de seu vídeo demonstrando o iPhone X, ela viu o seu canal atingir milhões de visualizações e conseguir vários inscritos.

O aparelho é mostrado várias vezes dentro do campus da Apple, em Cupertino. Os detalhes como o funcionamento, o design, a interface e a câmera do dispositivo são mostrados diretamente por Brooke.

O vídeo exibe aspectos que já foram divulgados por jornalistas depois do anúncio do aparelho no evento do iPhone X. Além disso, outros vazamentos já tinham mostrado tudo o que existe de novo no modelo. A grave violação das regras de confidencialidade da empresa teriam sido desrespeitadas por causa do lançamento do smartphone que não tinha sido realizado.

O vídeo que se tornou um viral na internet esteve entre os mais vistos na semana e teve diversas cópias. Brooke comenta sobre o caso e o pedido da Apple para que o vídeo fosse retirado, no entanto, houveram várias cópias que foram postadas na internet. A gravação teria sido feita no final de setembro.

Falando sobre a demissão do pai, engenheiro da equipe de desenvolvimento do iPhone X, a jovem desabafa sobre a demissão e comenta sobre os vários outros vídeos que foram vazados sobre o iPhone X antes do seu ser publicado, ao mesmo tempo ela entende que o vídeo que publicou estava violando o acordo de confidencialidade firmado pelo seu pai.

A jovem fala que a companhia não leva em consideração o caráter e nem o erro inocente que aconteceu, mas que a Apple tomou a decisão que tinha a obrigação de fazer. O vídeo de esclarecimento de Brooke já tem mais de 3,4 milhões de visualizações, o mais visto em seu canal, se comparado com os demais vídeos com uma média de três mil.

Novo índice no Brasil poderá calcular o nosso patrimônio natural

O Brasil atualmente possui diversos índices para que sejam avaliadas as taxas de emprego, o crescimento da economia, a inflação e  o desemprego.  Mas agora o país passará a ter um índice para calcular o patrimônio natural, o PIV (Produto Interno Verde), que irá avaliar os recursos da natureza como florestas, fontes de energia e rios.

O presidente brasileiro aprovou um projeto de lei, que já tinha sido aprovado pelo Congresso Nacional, tornando lei esse cálculo do patrimônio natural brasileiro.

Roberto Olindo, presidente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), falou que esse novo índice passará a integrar um grande conjunto macroeconômico de contas do Brasil. Para recebê-lo será preciso um relato detalhado dos recursos naturais, como vegetação, fontes de energia e água, para que seja possível calcular as consequências das atividades lucrativas e do aumento econômico do Brasil, sobre esse patrimônio natural. Em cima desses dados, poderão planejadas as medidas para o crescimento sustentável.

O presidente do IBGE ainda declarou, que as pesquisas das riquezas naturais serão realizadas conjuntamente entre o IBGE e os órgãos responsáveis de cada departamento, como a Agência Nacional de Águas, a Empresa de Pesquisa Energética, o Serviço Florestal Brasileiro e por outros órgãos existentes.

Esse índice irá repercutir na economia, o que foi realizado no período de um ano, sempre avaliando o quanto se gastou não só com maquinário, mas o quanto se desperdiçou de recursos naturais, o que será um dado muito importante para o planejamento, explicou Roberto Olindo.

Ele declarou ainda, que atualmente as consequências ambientais ainda não são totalmente conhecidas aqui no Brasil, sendo que esse índice é para promover os conhecimentos necessários ao país, de dados detalhados sobre os recursos naturais, e saber ainda de que forma o crescimento econômico pode influenciar nesses recursos.

O presidente do IBGE indicou como exemplo a água, já que é de extrema importância ter o conhecimento da quantidade de água existente no país, e também a maneira como ela é usada pela atividade econômica e pelos lares brasileiros.

A lei que foi criada também prevê que o cálculo seja feito pelo IBGE e seja publicado todo ano. Por incluir características amplas e complexas, não existe a possibilidade de fixar uma data para o começo da divulgação desse novo índice, acrescentou Roberto Olindo.

 

Ilha de Santa Helena será ponto turístico Remoto

A ilha Santa Helena tem uma história significativa. Quando Napoleão Bonaparte foi capturado pelos britânicos em 1815, o lugar que serviu de uma penitência para o prisioneiro, hoje é um destino almejado e de difícil acesso. O lugar é considerado uma das ilhas mais remotas do mundo, mas não ficou de fora do turismo atual.

Foram 10 semanas para que o imperador fosse levado à ilha, depois de duzentos anos, o barco do correio precisa de cinquenta por cento do tempo para chegar no local, considerando que o ponto de partida seja uma região próxima como a Cidade do Cabo, na África do Sul.

A partir de 14 de outubro, o território ultramarino britânico com uma extensão pequena receberá os primeiros voos programados, após duas semanas, o primeiro hotel de luxo de Santa Helena iniciará suas atividades. Serão 30 quartos em três prédios com uma arquitetura georgiana.

Por seu legado histórico inegável, a ilha Santa Helena é sempre lembrada como o local onde Napoleão permaneceu preso depois da derrota na batalha de Waterloo. A uma distância de 1.920 quilômetros do litoral ocidental da África, o visitante poderá apreciar a casa onde o prisioneiro viveu, inclusive com os móveis originais, atraindo com força a atenção dos turistas.

O contato com a natureza e a prática de atividades ao ar livre são opções de entretenimento. A lugar tem 121 quilômetros quadrados, propiciando passeios de bicicleta, pescaria e mergulho em águas com uma visibilidade que alcança a profundidade de 30,5 metros. Nadar com tubarões-baleia grandes e inofensivos em Santa Helena é uma oportunidade que poucos lugares podem oferecer. Observar a tartaruga chamada de Jonathan, com 185 anos e um campo de golfe com cabras no percurso é uma experiência que atrairá quem busca por cenários belos e únicos.

Na destilaria St. Helena, não por acaso recebe o título de mais remota do mundo, a especialidade da casa é o Tungi, destilado branco feito de opúncia e engarrafado em um recipiente de vidro chanfrado, em um formato que lembra a conhecida escada da ilha.

 

Pandora e Samsonite – as novas lojas do Catarina Fashion Outlet da JHSF

Resultado de imagem para CATARINA FASHION MALL

Para a alegria dos frequentadores do Catarina Fashion Outlet, mais um dos ousados empreendimentos desenvolvidos e implantados pela JHSF Participações, outubro de 2017 foi marcado pela inauguração de mais duas lojas de peso no centro comercial de luxo, a famosa joalheria dinamarquesa Pandora e a líder mundial em artigos de viagem norte-americana Samsonite.

A joalheria saiu um pouco do formato das instalações tradicionais e levou seu renomado nome para um requintado quiosque dentro do Shopping da JHSF, deste modo contribuindo com o charme e a sofisticação decorativa do lugar. Em suas vitrines são expostos os mais elegantes artigos de suas coleções clássicas e modernas, incluindo os conhecidos berloques com diferentes símbolos de conquistas, peças estas que conseguiram chamar a atenção dos amantes da moda.

Diferente da Pandora, a experiente norte-americana que atua há mais de 100 anos no mercado, decidiu investir em uma loja convencional com um espaço de 70m² para expor seus produtos inovadores de coleções próprias. Dentre as várias linhas de artigos para viagens voltadas para a moda jovem estão a XTrem e a American Tourister com suas estampas diferenciadas, cores animadas, variedades de modelos, entre outros atributos.

A Samsonite busca cada vez mais se dedicar ao desenvolvimento de novas e exclusivas tecnologias empregadas nas criações que revelem os diferenciais que a marca pode oferecer aos seus clientes por meio de produtos mais leves, resistentes, duráveis e com toque de sofisticação.

Além destas duas novidades recém-chegadas ao empreendimento da JHSF, o luxuoso centro comercial localizado em São Roque, a cerca de 30 minutos da cidade de São Paulo, abriga mais de 100 lojas que oferecem produtos eletrônicos, esportivos, artigos para casa, peças de vestuário para homens e mulheres, calçados, saúde e beleza, acessórios e muito mais.

Visando atender da melhor maneira possível o público que prima pela qualidade e diferenciais ao escolher seus produtos, o Catarina Fashion Outlet dispõe de uma vasta gama de opções encontradas em um grande mix composto por algumas das melhores marcas nacionais e importadas existentes no mercado, estando entre elas: Cris Barros, Hugo Boss, Adidas, Tory Burch, Dolce&Gabbana, Osklen, Carmen Steffens, Burberry, Montblanc, Giorgio Armani, Ermenegildo Zegna, Mixed, Carolina Herrera, Cecília Dale, Rimowa, Calvin Klein, Nike, Michael Kors e Guess. A versatilidade do Shopping também pode ser notada através das excelentes opções gastronômicas existentes no local.

Inaugurado no dia 8 de outubro de 2014, o Catarina Fashion foi o primeiro outlet do país voltado para o mercado de luxo, sendo também parte integrante de outro grande projeto da JHSF que abrange o São Paulo Catarina Aeroporto Executivo, pioneiro em aviação executiva no Brasil.

A JHSF, idealizadora de inúmeros projetos destinados ao mercado de luxo nacional, foi fundada em 1972 e acumula até os dias de hoje mais de seis milhões de metros quadrados em empreendimentos instalados em diferentes cidades do Brasil e do exterior. Como líder no mercado imobiliário de alta renda segue atuando no desenvolvimento e administração de mercados de incorporações residenciais, comerciais, shoppings centers, hotéis, aeroporto executivo internacional e setor gastronômico.

Para o verão. Praias encantadoras no litoral de São Paulo

São Paulo proporciona diversas praias para relaxar e aproveitar o fim de semana, com areia grossa e água transparente, os lugares litorâneos estão rodeados de montanhas cobertas. A exuberante e vasta mata atlântica confere mais beleza ainda às praias, mas é bom aproveitar o tempo na época de sol.

A praia de Bonete, Ilhabela, está competindo com Castelhanos o título de mais bela da ilha. A extensão dessa região litorânea chega a 800 metros, enquanto no lado esquerdo é possível observar um rio. As ondas para o surfe é outro atrativo imperdível.

Ainda em Ilhabela, Castelhanos é uma parada obrigatória, conta com uma faixa de areia longa com aproximadamente 2 quilômetros com trechos de terra, separando o Parque Estadual da Ilha. Automóveis com tração nas quatro rodas terão um desempenho melhor nessa região, mas outra opção disponível e agradável é chegar de barco.

Maresias localizada em São Sebastião, oferece um bom lugar para o surfe por causa da força das ondas. Um público visualmente elegante curte a praia que também traz um ar de paquera. Na parte esquerda, as famílias curtem a paisagem com a tranquilidade do ambiente. Quando o sol está indo embora, a movimentação começa a mudar para a Rua Sebastião Romão César e se estende noite à fora nas festas da região.

Em Cambury, São Sebastião, existe um ambiente mais gourmet com bons hotéis, mas ainda permanecem características surfistas e um público mais jovem. Em Camburizinho, a praia continua depois do rio, nessas águas a probabilidade é de encontrar um mar mais tranquilo e relaxante que Cambury.

Ainda em São Sebastião, a Praia Brava é um local mais deserto e selvagem. As ondas mais impetuosas chamam a atenção dos surfistas. No lado direito do lugar é possível desfrutar de uma pequena cachoeira. Para chegar na praia o acesso apresenta uma trilha íngreme que desperta interesse em aventureiros. Existe um mirante que permite uma vista panorâmica de Boiçucanga e Cambury.

A Praia das Calheitas é uma ótima escolha passar o dia em um paraíso. Ir de ônibus e descer na rodovia é a maneira mais prática de chegar no local, a parada de descida fica próxima ao km 144, o acesso é através de um condomínio que não permite a entrada de veículos, também não é permitido estacionar na beira Rio-Santos. A caminhada de 10 minutos é uma preparação relaxante para chegar na areia.

 

Pesquisa explica que pular o café da manhã pode aumentar a chance de infarto

Todos já devem ter ouvido falar em algum momento da vida que o café da manhã é a refeição mais importante do dia. Essa informação é verdadeira, segundo nutricionistas, porque logo após o sono é o maior período de jejum que o corpo passa durante o dia. Apesar do gasto de energia durante o sono ser reduzido, ainda existe consumo energético do corpo para manter as funções vitais do organismo, como respiração, batimentos cardíacos e circulação. Então a função do café da manhã é justamente recuperar as perdas acarretadas nesse período.

Existem grandes benefícios do café da manhã, como o fato da pessoa não exagerar no almoço, a redução de perda muscular e ativação do metabolismo no inicio do dia. Ao contrario do que muitos pensam, nutricionistas afirmam que a primeira refeição do dia não deve ter tantos carboidratos, mas sim ter nutrientes adequados para manter a alimentação do resto do dia controlada.

Um estudo recente mostrou que pular o café da manhã pode ser ruim para o coração, esse trabalho foi noticiado no Journal of the American College of Cardiology (JACC). Ele contou com a colaboração de aproximadamente 4 mil pessoas, que deram informações dos seus hábitos alimentares. A faixa etária dos participantes foi entre 40 a 54 anos, e foi levado em consideração o que essas pessoas consumiram até 2 semanas antes de realizar a pesquisa.

Cerca de 30% dos participantes afirmaram que possuíam o costume de tomar um café da manha reforçado, mas a grande maioria afirmou ingerir alimentos com baixo teor energético, enquanto 3% afirmaram que pulam essa refeição, ou consumiam algo irrisório, como apenas um copo de suco ao acordar.

Nesse ultimo grupo, foi constatado problemas nas artérias, pois apresentaram taxas maiores de aterosclerose não coronária e aterosclerose generalizada, situação que ocorre quando a gordura de acumulam nas artérias, configurando risco de doenças cardíacas. Além disso, esses que não tomam café da manhã tiveram uma propensão maior a se tornarem fumantes e a ter um modo de vida menos saudável.

 

Conheça as melhores cafeterias históricas da Europa

O que não faltam na Europa, conhecida como velho continente, são cafeterias com histórias riquíssimas, que foram frequentadas por grandes escritores, músicos, artistas e pensadores importantes do passado. Tendo isso em mente, a seguir estão alguns exemplos de cafés de destaque que podem ser visitados nos países europeus.

1) Café de la Paix

Localizado em Paris, capital da França, o Café de la Paix foi projetado pelo mesmo arquiteto responsável pela Ópera Garnier, um dos principais pontos turísticos da cidade. Inaugurado no início do século XX,  na chamada Belle Époque,  o local era frequentado por nomes como Zola e Massenet, sendo considerado atualmente como patrimônio histórico do país.

2) Caffè Florian

Situado em uma praça famosa de Veneza, na Itália, essa cafeteria possui cerca de 300 anos de história e é a mais antiga da cidade. Além de aparecer em filmes como “O Talentoso Ripley”, passaram pelo local figuras famosas como Marcel Proust e Charles Dickens, entre vários outros.

3) Café Gerbeaud

Aberto no ano de 1858, esse café da cidade de Budapeste, na Hungria, é conhecido como um mais tradicionais do continente europeu. Seu grande atrativo é a grande variedade de doces bem preparados e muito saborosos, sendo que o mais popular é o “zserbó szelet”, um doce que parece um bolo feito com geléia, pedaços de nozes e uma camada de chocolate.

4) Café Central

O Café Central de Viena, na Áustria, era muito frequentado no passado por Freud, Lenin e Trotsky, o que o transformou atualmente em uma das principais atrações turísticas da capital austríaca. Aberta no ano de 1876, essa cafeteria possui em seu cardápio diversas opções de sobremesas típicas da região.

5) Café A Brasileira

Com mais de cem anos de história, o Café A Brasileira de Lisboa, em Portugal, se tornou famoso no século XX pela sua fama de vender o “verdadeiro café do Brasil”. Situado na região do Chiado, o local foi ponto de encontro de vários eventos políticos e literários da época, tendo entre seus frequentadores assíduos, o poeta Fernando Pessoa, razão pela qual existe hoje na calçada do café uma estátua de bronze do poeta.

 

Nissan anuncia recall de carros novos vendidos no Japão nos últimos 3 anos

A Nissan anunciou no dia 2 de outubro que realizará um recall no Japão referente a todos os carros novos que foram vendidos no país dentro dos últimos três anos. O número total de veículos da marca que passaram pelo recall chega a ser de 1,2 milhão. Segundo a fabricante, o pedido do recall é devido a uma falta de inspeção feita por profissionais técnicos autorizados para o serviço.

A marca informou que os carros que deverão passar pelo recall foram vendidos sem que um técnico autorizado realizasse as inspeções finais, sendo que os responsáveis por cumprir essa parte do processo não estavam autorizados a inspecionar.

Sendo assim, a Nissan caracterizou o segundo evento de recolhimento envolvendo montadoras japonesas a uma má conduta na fabricação dos veículos. O primeiro recall do tipo aconteceu com a montadora Mitsubishi, que admitiu ter falsificado os valores referentes a economia de combustível de alguns veículos da marca no ano passado.

Considerada a segunda maior montadora de veículos do Japão, o recall da Nissan será em relação a um total de 1,21 milhão de veículos vendidos e que foram produzidos dentro do período de outubro de 2014 até o mês de setembro deste ano. Dentre os modelos da marca que deverão ser recolhidos estão o modelo hatch Note e a minivan Serena, que também estão no topo dos mais vendidos pela montadora.

Os veículos vendidos sem as inspeções autorizadas passarão por novas inspeções finais, dessa vez por técnicos autorizados para a função. Os itens que serão inspecionados, segundo a montadora, são o raio de direção e a capacidade de aceleração e de frenagem. A Nissan prevê que o recall terá um custo em torno de 25 bilhões de ienes, o que é equivalente a US$ 222 milhões.

O presidente-executivo e representante da Nissan, Hiroto Saikawa, disse sobre o recolhimento: “Devemos levar em consideração a estrutura e os procedimentos de registro, independentemente de quão ocupados estamos ou quão desfalcados estejamos. Pedimos desculpas pelo inconveniente causado aos nossos clientes”.

Embora os veículos não tenham apresentado problemas perceptíveis ou direto, a montadora deverá recolher todos os modelos vendidos dentro do período em que não houve inspeção para garantir que os passageiros não sofram nenhum acidente em decorrência dessa falta de inspeção

Projeto leva cachorros para visitar pacientes com câncer

Image result for terapia com cachorros

Um belo projeto conhecido como Pet Amigo esta conseguindo ajudar pessoas internadas com câncer terminal, além de vitimas de graves acidentes. Uma cachorrinha da raça Shih-Tzu chamada Milli faz parte desse grupo canino que visa alegrar os hospitais a cada 15 dias. Ela vai para as visitas sempre muito bem produzida, com laços coloridos nas orelhas, banho tomado e pelo escovado, para levar sua graciosidade e fazer as pessoas saírem um pouco da atmosfera hospitalar.

Quando esses cãozinhos entram no hospital, os rostos das pessoas se iluminam e logo todos querem brincar, dar e receber carinho. E para os animais tudo acaba sendo uma grande brincadeira. Até mesmo os próprios funcionários se encantam com eles e ganham um astral renovado em seu trabalho.

Andreia Cristina, que possui 33 anos, é um dos pacientes que recebe a visita da Milli. Ela esta no hospital há quase 6 meses e a sua expectativa de vida era até julho desse ano. Um trimestre depois e ela continua viva, ela disse que tem esperanças de prolongar ainda mais o seu tempo. Andreia relatou que durante a visita canina, ela consegue esquecer um pouco os problemas, mesmo que eles voltem a atormenta-la depois, se refere à visita da Milli como um momento sagrado.

Andreia faz tratamento contra o câncer e conta que já teve o ovário, útero, intestino e outros órgãos retirados, e explica que sempre gostou de animais, que tinha os seus antes de contrair a doença. Andreia acredita que essa terapia animal faz bem para o seu tratamento.

A dona da Milli falou que esse contato com a cadela faz que os enfermos se lembrem de momentos felizes da vida, pois os animais estão ali apenas pelo carinho, eles não julgam e nem perguntam sobre a doença.

Nordman Wall, que faz parte do Conselho Nacional de Medicina Veterinária, e explica que um dos objetivos da veterinária é cuidar da saúde dos pets e na conexão que eles possuem com as pessoas. E essa terapia se adequa a esse conceito, que ajudou a nortear o Código de Ética do Medico Veterinário, recentemente publicado.