Sócio de Ricardo Tosto lança livro sobre contabilidade internacional na esfera jurídica

Em outubro de 2017, o lançamento de um livro movimentou os segmentos contábil e jurídico. Trata-se de uma obra idealizada por Carlos Henrique Crosara Delgado, sócio na advocacia Leite, Tosto e Barros, fundada por Ricardo Tosto. Intitulado de “Contabilidade IFRS e IRPJ”, a publicação trata dos atuais efeitos que a contabilidade internacional tem exercido sobre a tributação da renda. Publicado pela Lumen Juris Editora, o material foi considerado relevante aos profissionais da área, já que trata de um tema que costuma gerar certo grau de indagação acerca de suas aplicações na rotina contábil das instituições.

Para inaugurar a distribuição dos exemplares da obra, houve uma noite de autógrafos na Livraria da Vila, localizada na capital paulista. Delgado esclareceu, dentre outros pontos, o modo como o comportamento dos profissionais do direito se modificou em razão da aplicação do modelo contábil IFRS ter sido implementado no país. Segundo o advogado que atua com Ricardo Tosto, a principal alteração que os juristas apresentaram está na maneira mais frequente com que têm se atualizado tecnicamente. Com isso, o autor acredita que os processos dessa natureza passarão a ser conduzidos de modo mais justo e estruturado.

O livro escrito pelo parceiro de Ricardo Tosto no Leite, Tosto e Barros, já é encontrado em várias livrarias do país. O conteúdo comportado em 316 páginas passou a ser vendido pelo valor médio de R$ 88,00. Com a publicação da obra, Delgado tem por objetivo divulgar algumas informações estratégicas sobre o tema. Além do caráter informativo da publicação, o autor procurou suscitar algumas reflexões e perspectivas no que se refere às práticas contábeis atreladas ao campo jurídico, já que o assunto tratado costuma ocasionar diversos tipos de questionamentos devido sua complexidade de execução.

Antes que começasse a trabalhar exclusivamente no meio jurídico, Delgado exercia atividades de gestão em uma multinacional. Tempos depois, o advogado decidiu firmar parceria com Ricardo Tosto, passando a exercer plenamente suas atividades no segmento. O autor da obra em questão foi aluno da PUC/SP, instituição que adotou para cursar graduação em Direito, além de pós-graduação em assuntos jurídicos ligados ao ramo tributário. A USP também consta em sua bagagem acadêmica, uma vez que obteve o título de mestrado através da universidade.

No Leite, Tosto e Barros, Delgado executou diversos trabalhos considerados emblemáticos. Em um deles, o jurista participou do processo de estruturação de defesa no que diz respeito a clientes autuados em decorrência de assuntos ligados ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. Nessa ocasião, o escritório representou sua clientela em ações ligadas ao segmento sucroalcooleiro.

Na advocacia onde Ricardo Tosto e o autor da obra atuam, há filiais nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, onde as demandas jurídicas são conduzidas por equipes que juntas totalizam 300 profissionais. Dentre estes colaboradores, a instituição conta ainda com um advogado que presta serviços como consultor. A companhia jurídica, contudo, recebe demandas eleitorais, civis, comerciais, trabalhistas, contratuais, sucessórias, bancárias, políticas, ambientais, administrativas, imobiliárias, tributárias, dentre várias outras que possam surgir.