Especialista da 6 dicas valiosas para lidar com a ansiedade

Mais de 13,3 milhões de pessoas sofrem de ansiedade no Brasil e o problema é mais grave do que a maioria das pessoas pensam, a ansiedade é um distúrbio que pode prejudicar muito a vida de quem sofre disso. Uma pesquisadora do Departamento de saúde publica da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, Olivia Renes, divulgou recentemente valiosas dicas sobre como lidar com a ansiedade.

De acordo com a Olivia, os transtornos podem ser percebidos nas sensações constantes de medo, inquietação e sensação de estar no limite. A pesquisadora noticiou 6 estratégias para tentar combater essa doença.

1 – Fique atento aos próprios pensamentos

Pessoas que estão sofrendo de ansiedade estão constantemente se bombardeando com pensamentos negativos. A especialista diz que não se deve fugir desses pensamentos ou preocupações, mas controla-los. Ela destaca que é interessante estipular um tempo do dia para pensar sobre os problemas.

2 – Praticar atividades físicas e meditação

Olivia explicou que o corpo e a mente são complementares, então fazer exercícios regulares concomitantemente com sessões de meditação pode ajudar.

3 – Ter um objetivo

Escolher um proposito para o dia a dia, mesmo que seja cuidar de um animal de estimação. Pessoas com ansiedade podem ter dificuldade de ver sentido na vida, então ter tarefas que o faz sentir útil reforça a sua importância e da razão para lutar.

4 – Procurar ver o lado positivo das coisas

De acordo com a Renes, por mais que seja difícil e em alguns momentos ate mesmo impossível fugir de pensamentos negativos, é importante sempre olhar algum aspecto positivo das situações e focar a mente em coisas prazerosas e de alto astral.

5 – Viver o hoje

Pensar no passado pode evocar sentimentos ruins e se focar no futuro pode aumentar ainda mais a ansiedade. Então a melhor coisa é se concentrar no que estiver fazendo no presente.

6 – Procurar ajuda

Nem sempre é possível lidar com problemas de ansiedade por conta própria, um profissional para cuidar da saúde mental pode encurtar a crise atual, assim como ajudar lidar com as crises futuras.